Seguindo a Guria Arteira!

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Scrapbooking:


Scrapbooking(scrap = refugos, sobras, recortes – book = livro) significa a arte de criar álbuns da memória com o uso de fotos, papéis decorativos, etiquetas, entre outros itens. Sua história remonta há séculos e surgiu com a idéia de colecionar restos de papéis coloridos, de embalagens, cartões onde tudo era colocado em um álbum.
Na Europa, Inglaterra e Alemanha principalmente, havia o costume de registrar os fatos através de diários, jornais e livros. Isso foi passando para outros povos que acrescentavam seu modo especial de registrar o que lhes interessavam.Livros de poemas e anotações de um grupo afeto a literatura. Livros de recordações, acrescentando a elas outras coisas colecionadas e guardadas, como mecha de cabelos de amigos. A Rainha Vitória, da Inglaterra, no século XIX, deixava seu scrapbooking exposto no Palácio Real.
Nos Estados Unidos as famílias pertencentes à religião Mórmon deram um grande impulso a esse costume de preservar memórias, principalmente nas regiões do norte como Salt Lake City, em Utah. Lá o Scrapbooking já existe há mais de 100 anos.
Surgindo a máquina fotográfica o antigo Scrapbooking se transformou, pois, a ele foram acrescentados fotos e coisas relativas a essas fotos, o que chamamos hoje de “memórias”, e também textos sobre o que as fotos significavam.O desenvolvimento de toda essa história do scrap chegou ao que conhecemos hoje como scrapbooking, que é a confecção de cada página que compõem um ou mais álbuns, sempre temáticos, contendo principalmente as fotos e relatos referentes a elas e também os enfeites que as tornam belas e artísticas.
O Scrapbooking já é uma realidade no Brasil. Chegou há poucos anos e rapidamente vem se desenvolvendo. Para nós, brasileiros, que carecemos de preservar nossas memórias ele traz em sua execução, também, aspectos históricos, culturais, educacionais além dos artísticos.
Através do modo especial que é “fazer scrap” há preservação das memórias e fotos de modo criativo, diferente, divertido, guardando as lembranças para compartilhá-las com as gerações atual e futura.
Fonte:
http://www.sonholilas.com.br/

4 comentários:

Fernanda Reali disse...

Adoro scrapbooking e fiz aulas em 2005 e 2008, mas é um hobby muito caro. Prefiro decoupagem e pintura em madeira, pois com sobras dá para fazer algo bonito.

Um beijo e bom final de semana!

Anne Lieri disse...

Fica lindo esse tipo de album!Uma caprichada recordação!Bjs,

Atitude: substantivo feminino. disse...

A-MO scraps!!! Mas hoje prefiro os digitais que sujam menos a casa e não acumulam papelada..e são mais baratos!!! Essa arte ainda é muito cara por aqui!
Beijos

legalmente loira... disse...

amo tudo isto.
fica lindooo.
bjos.

Clique na imagem e...